Archive for the ‘Poemas’ Category

O Tempo

07/31/2009
Matemáticamente Temporal

Matematicamente Atemporal

Obssessão

Cuja percepção é fato humano

Clima
Mente
Corpo
Relógio
Recorrente
Estado Sim ou estado Não?

Ser então

O tempo
Não é mais do que o agora
Não é mais do que esta hora
Sem promessa e sem demora
Rascunho que se rasura,
erra e chora
Mas não há como apagar

É tudo ou nada
Que nos rege mas não se pode manipular
Que determina causa e consequência
Tudo isso sem poder parar
Relativo como a perspectiva
Dos diferentes ângulos a contemplar

E então
Quando o Passado me comove
E o Futuro me assusta de esperança
Percebo que gastei meu Presente
sem parcimônia
Buscando aqui nesse lamento
O que significa

O Tempo.

Anúncios